5 filmes para quem adora psicanálise

A psicanálise é um campo de estudo extremamente rico e deveras interessante (eu, pessoalmente, adoro!!!). Ela baseia-se nos nossos desejos inconscientes, ou seja, aquilo que não sabemos ao certo que queremos, mas queremos. Sigmund Freud (1856-1939), considerado o pai da psicanálise, teve variadíssimos resultados ao estudar os seus próprios sonhos e os dos seus pacientes, por exemplo.

Para entender certos filmes mais profundamente, uma análise psicanalítica pode ser necessária e pode ajudar bastante. A pensar nisso, separamos 5 fantásticos filmes para quem adora psicanálise. Confira:

1. Psycho (Alfred Hitchcock, 1960)

Psycho

Marion Crane e Sam Loomis são amantes mas não podem casar-se por falta de dinheiro. Um dia o patrão de Marion encarrega-a de depositar no banco 400 mil dólares que acabara de receber dum cliente. Marion vê assim a possibilidade de resolver os seus problemas financeiros, decidindo fugir com o dinheiro, mas, e em virtude do mau tempo, é forçada a parar num motel no caminho. O grande clássico de Alfred Hitchcock, que inclui a mítica cena do chuveiro, e que iniciou a moda dos «serial killers» no cinema.

Você pode gostar...

Deixar uma resposta